APRENDENDO O VALOR DA OBEDIÊNCIA COM AS ORDENS DE DEUS A SEUS PROFETAS

 

A relação de Deus com seus profetas é marcada por ordens vindas de Deus que no primeiro momento parecem descabidas. Exageradas. Mas Deus nada faz sem propósito definido ou exagerado. São ordens do tipo: O princípio da palavra do Senhor por meio de Oséias. Disse, pois, o Senhor a Oséias: Vai, toma uma mulher de prostituições, e filhos de prostituição; porque a terra certamente se prostitui, desviando-se do Senhor (Oséias 1.2).

 

Bom, pode-se perguntar por que o profeta tinha que comprometer sua reputação desse modo. Foram muitas as ordens de Deus ao profeta Jeremias desse tipo.

 

Vamos vê-las e entender o porquê disso.

 

I – DEUS PERGUNTA O ÓBVIO A JEREMIAS (Jeremias 1.11-15)

Ainda veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Que é que vês, Jeremias? E eu disse: Vejo uma vara de amendoeira. E disse-me o Senhor: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la. E veio a mim a palavra do Senhor segunda vez, dizendo: Que é que vês? E eu disse: Vejo uma panela a ferver, cuja face está para o lado do norte. E disse-me o Senhor: Do norte se descobrirá o mal sobre todos os habitantes da terra. Porque eis que eu convoco todas as famílias dos reinos do norte, diz o Senhor; e virão, e cada um porá o seu trono à entrada das portas de Jerusalém, e contra todos os seus muros em redor, e contra todas as cidades de Judá.

 

Ora, Jeremias era nativo daquele lugar e conhecia bem a vegetação. E quem ao ser apresentado a uma panela não saberia dizer que é uma panela e para que lado ela está virada?

 

Por que disso?

 

II – DEUS MANDA JEREMIAS COMPRAR UM CINTO USÁ-LO POR UM TEMPO E DEPOIS ESCONDÊ-LO (Jeremias 13.1-11).

Assim me disse o Senhor: Vai, e compra um cinto de linho e põe-no sobre os teus lombos, mas não o coloques na água. E comprei o cinto, conforme a palavra do Senhor, e o pus sobre os meus lombos. Então me veio a palavra do Senhor pela segunda vez, dizendo:Toma o cinto que compraste, e que trazes sobre os teus lombos, e levanta-te; vai ao Eufrates, e esconde-o ali na fenda de uma rocha. E fui, e escondi-o junto ao Eufrates, como o Senhor me havia ordenado. Sucedeu, ao final de muitos dias, que me disse o Senhor: Levanta-te, vai ao Eufrates, e toma dali o cinto que te ordenei que o escondesses ali. E fui ao Eufrates, e cavei, e tomei o cinto do lugar onde o havia escondido; e eis que o cinto tinha apodrecido, e para nada prestava. Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Assim diz o Senhor: Do mesmo modo farei apodrecer a soberba de Judá, e a muita soberba de Jerusalém. Este povo maligno, que recusa ouvir as minhas palavras, que caminha segundo a dureza do seu coração, e anda após deuses alheios, para servi-los, e inclinar-se diante deles, será tal como este cinto, que para nada presta. Porque, como o cinto está pegado aos lombos do homem, assim eu liguei a mim toda a casa de Israel, e toda a casa de Judá, diz o SENHOR, para me serem por povo, e por nome, e por louvor, e por glória; mas não deram ouvidos.

 

Por que Deus teve que dá todo esse trabalho ao profeta? Não seria suficiente apenas dizer que: __ assim como um cinto em contato com a água apodrece, meu povo em contato com o pecado vai se desfazer?

 

Hoje em nossos dias se uma pessoa é prolixa em sua fala ou na sua escrita é logo tido por “medíocre”, “péssimo orador”, “cansativo” e aí vão muitos termos dessa natureza.

 

O que Deus queria com seu profeta submetendo-o a todo esse ritual?

 

III – DEUS MANDA JEREMIAS PREGAR EM UM ENDEREÇO ESPECÍFICO (Jeremias 7.1-7)

A palavra que da parte do Senhor, veio a Jeremias, dizendo:

Põe-te à porta da casa do Senhor, e proclama ali esta palavra, e dize: Ouvi a palavra do Senhor, todos de Judá, os que entrais por estas portas, para adorardes ao Senhor. Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Melhorai os vossos caminhos e as vossas obras, e vos farei habitar neste lugar. Não vos fieis em palavras falsas, dizendo: Templo do Senhor, templo do Senhor, templo do Senhor é este. Mas, se deveras melhorardes os vossos caminhos e as vossas obras; se deveras praticardes o juízo entre um homem e o seu próximo; Se não oprimirdes o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, nem derramardes sangue inocente neste lugar, nem andardes após outros deuses para vosso próprio mal, Eu vos farei habitar neste lugar, na terra que dei a vossos pais, desde os tempos antigos e para sempre.

 

Será que não seria o bastante que Jeremias pregasse em qualquer lugar já que no país dele todos estavam desviados de Deus? Por que tinha que ser nas portas do tempo tendo que ir uma a uma?

 

IV – DEUS DIZ A JEREMIAS PARA NÃO ORAR PELO POVO (Jeremias 14.11-13)

Disse-me mais o Senhor: Não rogues por este povo para seu bem. Quando jejuarem, não ouvirei o seu clamor, e quando oferecerem holocaustos e ofertas de alimentos, não me agradarei deles; antes eu os consumirei pela espada, e pela fome e pela peste. Então disse eu: Ah! Senhor Deus, eis que os profetas lhes dizem: Não vereis espada, e não tereis fome; antes vos darei paz verdadeira neste lugar.

 

A oração sempre foi algo primordial na relação de um crente e Deus. Agora Deus diz que não ouvirá a oração de Jeremias acerca do povo. Isso não parece um contra-senso?

 

V – DEUS DEU ALGUMAS ORDENS DURAS PARA JEREMIAS

            1. Não case (Jeremias 16.1-4): E VEIO a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Não tomarás para ti mulher, nem terás filhos nem filhas neste lugar. Porque assim diz o SENHOR, acerca dos filhos e das filhas que nascerem neste lugar, acerca de suas mães, que os tiverem, e de seus pais que os gerarem nesta terra: Morrerão de enfermidades dolorosas, e não serão pranteados nem sepultados; servirão de esterco sobre a face da terra; e pela espada e pela fome serão consumidos, e os seus cadáveres servirão de mantimento para as aves do céu e para os animais da terra.

 

Ora se o povo está desviado de Deus, porque eu deveria me privar de meu bem-estar?

            2. Não entre num funeral (Jeremias 16.5-7): Porque assim diz o SENHOR: Não entres na casa do luto, nem vás a lamentar, nem te compadeças deles; porque deste povo, diz o SENHOR, retirei a minha paz, benignidade e misericórdia. E morrerão grandes e pequenos nesta terra, e não serão sepultados, e não os prantearão, nem se farão por eles incisões, nem por eles se raparão os cabelos. E não se partirá pão para consolá-los por causa de seus mortos; nem lhes darão a beber do copo de consolação, pelo pai ou pela mãe de alguém.

 

A morte é um fenômeno que comove a todos. Prestar solidariedade nestas horas é uma prova de amizade e sentimento pela raça humana. Privar o profeta desse ato não é uma violência?

            3. Entrar numa festa (Jeremias 16.8-9): Nem entres na casa do banquete, para te assentares com eles a comer e a beber. Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que farei cessar, neste lugar, perante os vossos olhos, e em vossos dias, a voz de gozo e a voz de alegria, a voz do esposo e a voz da esposa.

 

De novo pergunto: Por que o profeta deveria se privar de seu lazer e bem estar por causa de um povo que não queria nada com Deus?

 

VI – DEUS MANDA JEREMIAS PREGAR NO PORTÃO DA CIDADE (Jeremias 17.19-21)

Assim me disse o Senhor: Vai, e põe-te à porta dos filhos do povo, pela qual entram os reis de Judá, e pela qual saem; como também em todas as portas de Jerusalém. E dize-lhes: Ouvi a palavra do Senhor, vós, reis de Judá e todo o Judá, e todos os moradores de Jerusalém que entrais por estas portas. Assim diz o Senhor: Guardai as vossas almas, e não tragais cargas no dia de sábado, nem as introduzais pelas portas de Jerusalém.

 

De novo Deus comissiona o profeta a ir de portão em portão pregando o evangelho. Será que ele não poderia simplesmente pregar no lugar que Ele escolhesse?

 

VII – DEUS MANDA JEREMIAS IR Á CASA DE UM OLEIRO PARA VÊ-LO TRABALHANDO (Jeremias 18.1-6)

A palavra do Senhor, que veio a Jeremias, dizendo: Levanta-te, e desce à casa do oleiro, e lá te farei ouvir as minhas palavras. E desci à casa do oleiro, e eis que ele estava fazendo a sua obra sobre as rodas, Como o vaso, que ele fazia de barro, quebrou-se na mão do oleiro, tornou a fazer dele outro vaso, conforme o que pareceu bem aos olhos do oleiro fazer. Então veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? Diz o Senhor. Eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel.

 

Pergunto: por que Deus simplesmente não descreveu a cena para o profeta e concluiu dizendo que Ele poderia fazer o mesmo com quem Ele, Deus quisesse?

 

VIII – DEUS MANDA JEREMIAS COMPRAR UMA BOTIJA E FAZER UMA ENCENAÇÃO (Jeremias 19.1-3)

Assim disse o Senhor: Vai, e compra uma botija de oleiro, e leva contigo alguns dos anciãos do povo e alguns dos anciãos dos sacerdotes; E sai ao Vale do Filho de Hinom, que está à entrada da porta do sol, e apregoa ali as palavras que eu te disser; E dirás: Ouvi a palavra do Senhor, ó reis de Judá, e moradores de Jerusalém. Assim diz o Senhor dos Exércitos, o Deus de Israel: Eis que trarei um mal sobre este lugar, e quem quer que dele ouvir retinir-lhe-ão os ouvidos.

 

Essa é mais uma daquelas coisas que podemos chamar de “prolixas”. Deus não poderia simplesmente descrever a cena e extrair dela a conclusão?

 

Por que Deus não deixou simplesmente Jeremias fazer as coisas do modo como lhe parecesse melhor? Jeremias era um coração cheio d devoção a Deus e, crê-se, que de um coração cheio de devoção haja sempre boas intenções embora os modos contrariem as ordens pré-estabelecidas por Deus.

 

Respondo que não poderia ser de outra forma. E vejamos por que:

 

  1. Deus estava testando a atenção e obediência de seu servo ao que Ele Deus dizia.
  2. Deus conhece melhor do que nós qual mensagem, lugar e que forma a mensagem deve ter para ser entregue.
  3. Deus conhece o coração de todos as pessoas e sabe melhor o que causará impacto nas suas vidas.
  4. Deus queria que o profeta entendesse que tudo está debaixo do controle de Deus.
  5. Deus queria que o profeta de Deus se identificasse com a mensagem que estava pregando.

 

A RAZÃO MAIS OBVIA PARA TUDO ISSO É: para se ter comunhão real com Deus é preciso obedecer cada parte de suas orientações. Os resultados quando seguimos o que Deus manda são duradouros e eficazes. É nesse aspecto que o evangelicalismo moderno peca: querem produzir resultados ignorando os modos de Deus. O tempo de Deus. Daí surgem movimentos os mais bizarros que enfeiam o evangelho. O alvo maior é a QUANTIDADE E NÃO A OBEDIÊNCIA. Se Jeremias e até mesmo o Senhor Jesus tivessem que ser medidos por seus resultados imediatos eles seriam considerados uns fracassos pelos marketeiros evangélicos de plantão.

 

 

REFLEXÃO:

  1. O ecumenismo é o método de Deus de se promover a paz para pregar o evangelho?

 

      2. Igrejas desfilando no período de carnaval com seus blocos de “santos” é o método de Deus para “se fazer tudo para com todos”?

 

 

      3. Os pregadores que aboliram de suas pregações as palavras “inferno e pecado” para não perturbarem os clientes, digo melhor os visitantes é o método de Deus para ganhar muitos para Cristo?

 

      4. A união de igrejas de tosos os credos evangélicos é o método de Deus para promover unidade?

 

      5. Os resultados em termos de quantidade é o melhor aferidor do sucesso?

 

  1. É o método de Deus abandonar o ensino doutrinário e se guiar pelos resultados só porque um monte de gente está fazendo o mesmo?

 

  1. Será que não basta apenas eu ter uma religião, pois o que vale é a intenção?

 

LEMBREMOS: Obediência a Deus é o maior segredo do sucesso como nos diz o profeta Samuel:

Porém Samuel disse: Tem porventura o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios, como em que se obedeça à palavra do SENHOR? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniqüidade e idolatria. Porquanto tu rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei (1Samuel 15.22-23).

 

 

 

O pastor Luiz Flor é poeta amador e suas poesias estão postadas em seus blogs: pulpito.blog.terra.com.br e poesiadegraca.blogspot.com. FAÇA UMA VISITA E SAIA ABENÇOADO.

 

SEUS COMENTÁRIOS SÃO SEMPRE BEM VINDOS!’

About these ads
Published in: on fevereiro 26, 2009 at 3:24 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: http://luizflor.wordpress.com/2009/02/26/aprendendo-o-valor-da-obediencia-com-as-ordens-de-deus-a-seus-profetas/trackback/

Feed RSS para comentários sobre este post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: