Intimidade

Para conhecermos melhor uma pessoa, desfrutar de sua amizade e da alegria de sua presença é preciso se aproximar, conviver, aprender com ela. A isso chamamos de entrar na intimidade do outro. Não falo de “intimidade” no sentido errado do termo. Nem de abusar de sua hospitalidade e bondade. Intimidade no sentido de conhecer melhor o outro para firmar uma boa amizade.

Se quisermos conhecer Deus melhor, desfrutar de Sua presença, de Seu amor e recebermos Suas bênção devemos buscar ter intimidade com Ele. Conhecer Sua vontade, o que Ele gosta e do que Ele não gosta, como tratar de outros e como nos comportar (isso o fazemos por meio de Sua Palavra) precisamos querer estar o mais próximo possível do Senhor.

 

21 Tendo Jesus dito isto, turbou-se em espírito, e afirmou, dizendo: Na verdade, na verdade vos digo que um de vós me há de trair.

22 Então os discípulos olhavam uns para os outros, duvidando de quem ele falava.

23 Ora, um de seus discípulos, aquele a quem Jesus amava, estava reclinado no seio de Jesus.

24 Então Simão Pedro fez sinal a este, para que perguntasse quem era aquele de quem ele falava.

25 E, inclinando-se ele sobre o peito de Jesus, disse-lhe: Senhor, quem é? (João 13).

 

I – JESUS SE ENTRISTECE COM QUEM DESDENHA SUA COMPANHIA (VERSO 21).

Judas esteve com Jesus tanto tempo quanto Pedro, João e os demais apóstolos. Ele viu as grandes realizações de Jesus. Aprendeu grandes e importantes lições, mas mesmo assim escolheu “trair” Jesus. Abandona-lo. Essa atitude de Judas fez Jesus “turbar-se em espírito”, isto é, o deixou profundamente triste.

Conhecendo a história de Judas ficamos sabendo que seu desdém por Jesus o levou a um fim trágico (desesperado suicidou-se). Mesmo suicidando-se ele estava mais uma vez desdenhando da bondade de Jesus. Ele estava dizendo que preferia seus próprios modos a se dobrar a Jesus. Estar em Sua companhia.

 

APLICAÇÃO: Para quem desdenha da presença de Deus, andar em Seus caminhos e agrada-lo ao invés de a si mesmo o fim é não enxergar mais o caminho de volta e morrer (talvez até fisicamente) em conseqüência de Suas próprias más ações como Judas (Hebreus 6.4-8).

Por que Judas desdenhava da companhia de Jesus?

1.    Ele dava lugar ao diabo em seu coração (verso 2,26-27);

2.    Ele só tinha olhos para as coisas terrenas. Para os valores desta terra (João 12.6; Marcos 13.4-11).

 

APLICAÇÃO: Dois fatores levam crentes a ficarem enjoados da presença de Deus, dos cultos, das atividades da igreja, da leitura da Bíblia e da oração, da companhia dos irmãos é dar lugar ao que o diabo semeia em seus corações e pôr os olhos apenas nas coisas deste mundo.

 

II – JESUS NÃO DUVIDA DE QUE ALGUÉM POSSA TRAI-LO (VERSO 22)

A pior bobagem que alguém pode cometer é achar que não é capaz de trair Deus. Ao falar de que seria traído por um dos que ali estavam com Ele à mesa, “todos” duvidaram de Jesus. Por que essa atitude? Porque o homem é DESCUIDADO. Acha que está sempre acima de tudo. Não foi à toa que Paulo, o experiente fundador de igrejas, apóstolo de Jesus disse:

1.    Aquele, pois, que cuida estar em pé, veja que não caia (1Coríntios 10.12);

2.    E, se alguém cuida saber alguma coisa, ainda não sabe como convém saber (1Coríntios 8.2);

 

Jesus disse:

1.    Vigia e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca (Mateus 26.41).

 

APLICAÇÃO: Meu irmão, não se descuide nem um momento de sua leitura bíblica, de seu momento de oração, de sua freqüência aos cultos. Não desafie o pecado, fuja dele. Em nenhum momento diga “e só essa vez”. Sua carne é tão ruim que basta uma única vez para você ficar dominado pelos vícios, a preguiça espiritual e ficar totalmente cego como Judas. Judas não ficou cego de uma hora para outra. Ele foi se cegando ao longo do caminho.

 

III – PROCURE O LUGAR MAIS PRÓXIMO DE JESUS (VERSOS 23-25)

Quanto mais intimidade com Deus mais privilégios. Quanto mais honramos a Deus mais Ele nos honra. Quanto mais o buscamos mais Ele se faz presente em nossas vidas. (2Timóteo 2.12; 2Samuel 22.26-27).

João estava tão próximo a Jesus que podia se dirigir a Jesus tão de perto que era o primeiro a ouvi-lo. Estando perto de Jesus ele pôde ajudar a Pedro e aos demais.

 

APLICAÇÃO: É quando estamos próximos a Jesus, a Deus, em intimidade com Ele que realmente podemos ser úteis a outros e sermos ouvidos por Deus em nossos anseios. Você sabe que nessa ocasião eles estavam na ceia. Se João estava reclinado no peito de Jesus, o primeiro pedaço de pão depois de Jesus dar graças foi dele. É isso que acontece quando estamos em comunhão próximos de Jesus. Recebemos as primeiras bênçãos de Deus. Sempre o melhor dele.

 

 

 

IV – ESTEJA PERTO DE QUEM ESTÁ PERTO DE DEUS (VERSO 24)

No salmo 16. 2 Davi diz que seu prazer está nos santos que há terra. As pessoas que estão em comunhão com Deus são as que realmente tornam nossas vidas melhores.

Você já ouviu brigas no lar porque você estava orando, lendo a Bíblia, conversando assuntos bons e espirituais, planejando o futuro, trabalhando para o reino de Deus junto com pessoas que levam você a estar junto de Deus, a não desperdiçar seu tempo, se envolver em boas atividades, investir em seu casamento, cuidar de seus filhos, amar sua esposa e filhos, etc.? Claro, que não.

Brigas e discórdias vêm sempre por parte de quem não teme a Deus ou não estar em comunhão com Ele. Ou por pessoas influenciadas por esse tipo de pessoa.

Quando Pedro quis saber quem era o traidor, ele pediu a João que estava próximo de Jesus para perguntar ao Senhor.

 

APLICAÇÃO: PESSOAS QUE AMAM A Deus trazem grandes bênçãos para nossas vidas. As pessoas que estão em comunhão com Deus, próximas de Deus é que trazem até você a palavra de Deus. A palavra esclarecedora. João estava perto de Jesus e, foi a ele a quem Pedro pediu que perguntasse sobre que seria o traidor.

 

Conclusão

 

1)    Desprezar a companhia de Jesus é cavar a própria desgraça como Judas;

2)    Achar que nunca vai se desviar, que está firme não importa o que aconteça é o primeiro passo para o abandono da fé;

3)    Estar o mais próximo possível do Senhor Jesus é o meio mais eficaz de ter uma boa vida em todos os sentidos, espiritual, familiar, financeiro, na saúde, social, etc.;

4)    Procurar estar perto de quem estar perto de Deus é um grande meio de se ter paz, alegria, conhecer o certo e gozar de seus resultados.

 

Analise:

1)    Como está a sua comunhão com Deus?

2)    Como está a sua vida?

3)    O que você lucra na companhia de descrentes ou até crentes infiéis?

4)    Aonde você pensa que irá chegar se distanciando de Deus?

 

Jonas parou nas profundezas dos mares escuros no ventre de um peixe. Saul caiu morto. Judas igualmente morto e ridicularizado pelas próprias pessoas para quem ele entregou Jesus. E você o que espera?

Quem se afasta de Deus como Israel vai virar um monte de ossos secos. Que não sejamos nós.

 

Pastor Luiz Flor dos Santos é poeta amador e mantém dois blogs de poesia www.pulpito.blog.terra.com.br e www.poesiadegraca.blogspot.com. Faça uma visita e você será edificado.

Published in: on fevereiro 10, 2009 at 1:40 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://luizflor.wordpress.com/2009/02/10/intimidade/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: