TOME DECISÕES IMPORTANTES ANTES DE MORRER

 

A morte chegará para todos. Esse é o meio mais certo para uma pessoa deixar este mundo. Apenas um evento pode tirar alguém dele sem ser pela morte. É o que os teólogos chamam de “arrebatamento” Melhor descrevê-lo com as palavras da própria Bíblia Sagrada: Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras (1Tessalonicenses 4.15-18).

 

Assim como o arrebatamento a morte pode chegar para nós a qualquer hora. Por isso mesmo enquanto estamos com os olhos abertos neste mundo devemos viver de modo sábio tomando importantes decisões que beneficiem a outros e também a nós mesmos.

 

Mesmo que quiséssemos viver neste mundo apenas para nós mesmos não seria possível. O simples fato de termos nascido como membro da raça humana faz com que nossas decisões presentes afetem a vida de outros. Portanto, como não podemos fugir desse vínculo devemos pensar em tomar decisões que abençoem os que estão a nosso derredor. Mas também devemos nos preocupar em tomar decisões sábias acerca de nosso futuro eterno como indivíduo, pois temos uma vida a viver depois da terrena. Embora quiséssemos negar o fato ele está em nosso coração. Portanto devemos tomar decisões em favor de nós mesmos antes de a morte chegar no que diz respeito ao lugar de nossa morada eterna.

 

Muitos podem ser tomados como exemplo de pessoas que agiram sabiamente tomando decisões antes de morrer, mas vou escolher Abraão como representante de previdência em favor de si e dos seus.

 

Vamos ver o que motivou Abraão a se aplicar a tomar decisões para o futuro.

 

Gênesis capítulo vinte e três narra o falecimento de Sara, esposa de Abraão e a peregrinação do aflito marido em busca de comprar um lugar para sua morta. Antes não havia passado pela mente de Abraão o fato de que Sara mesmo recebendo os sinais degenerativos da idade morreria a qualquer momento. Ele como nós adiava o sinistro preferindo não pensar nele. Mas a morte de sua amada o obrigou a tomar uma ação para futuro. Comprar um campo em que Sara fosse sepultada e também ele e outros descendentes seus. Veja a descrição bíblica desse fato: E foi a vida de Sara cento e vinte e sete anos; estes foram os anos da vida de Sara. E morreu Sara em Quiriate-Arba, que é Hebrom, na terra de Canaã; e veio Abraão lamentar Sara e chorar por ela. Depois se levantou Abraão de diante de sua morta, e falou aos filhos de Hete, dizendo: Estrangeiro e peregrino sou entre vós; dai-me possessão de sepultura convosco, para que eu sepulte a minha morta de diante da minha face. E responderam os filhos de Hete a Abraão, dizendo-lhe: Ouve-nos, meu senhor; príncipe poderoso és no meio de nós; enterra a tua morta na mais escolhida de nossas sepulturas; nenhum de nós te vedará a sua sepultura, para enterrar a tua morta. Então se levantou Abraão, inclinou-se diante do povo da terra, diante dos filhos de Hete, E falou com eles, dizendo: Se é de vossa vontade que eu sepulte a minha morta de diante de minha face, ouvi-me e falai por mim a Efrom, filho de Zoar, Que ele me dê a cova de Macpela, que ele tem no fim do seu campo; que ma dê pelo devido preço em herança de sepulcro no meio de vós. Ora Efrom habitava no meio dos filhos de Hete; e respondeu Efrom, heteu, a Abraão, aos ouvidos dos filhos de Hete, de todos os que entravam pela porta da sua cidade, dizendo: Não, meu senhor, ouve-me: O campo te dou, também te dou a cova que nele está, diante dos olhos dos filhos do meu povo ta dou; sepulta a tua morta. Então Abraão se inclinou diante da face do povo da terra, E falou a Efrom, aos ouvidos do povo da terra, dizendo: Mas se tu estás por isto, ouve-me, peço-te. O preço do campo o darei; toma-o de mim e sepultarei ali a minha morta. E respondeu Efrom a Abraão, dizendo-lhe: Meu senhor, ouve-me, a terra é de quatrocentos siclos de prata; que é isto entre mim e ti? Sepulta a tua morta. E Abraão deu ouvidos a Efrom, e Abraão pesou a Efrom a prata de que tinha falado aos ouvidos dos filhos de Hete, quatrocentos siclos de prata, corrente entre mercadores. Assim o campo de Efrom, que estava em Macpela, em frente de Manre, o campo e a cova que nele estava, e todo o arvoredo que no campo havia, que estava em todo o seu contorno ao redor, se confirmou a Abraão em possessão diante dos olhos dos filhos de Hete, de todos os que entravam pela porta da cidade (Gênesis 23.1-18).

 

Gênesis capítulo vinte e quatro está Abraão observando o declínio da vitalidade de seu corpo e concluindo que o sinistro da morte logo chegaria para Ele. É nesse instante que aos moldes da cultura da época envia um servo para tomar uma esposa para seu filho Isaque. Veja: E era Abraão já velho e adiantado em idade, e o SENHOR havia abençoado a Abraão em tudo. E disse Abraão ao seu servo, o mais velho da casa, que tinha o governo sobre tudo o que possuía: Põe agora a tua mão debaixo da minha coxa, Para que eu te faça jurar pelo Senhor Deus dos céus e Deus da terra, que não tomarás para meu filho mulher das filhas dos cananeus, no meio dos quais eu habito. Mas que irás à minha terra e à minha parentela, e dali tomarás mulher para meu filho Isaque. E disse-lhe o servo: Se porventura não quiser seguir-me a mulher a esta terra, farei, pois, tornar o teu filho à terra donde saíste? (Gênesis 24.1-5).

 

Abraão não queria ser pegue de surpresa como o foi no caso de Sara. Então, por esses relatos concluímos que foi a iminência da morte que moveu Abraão para tomar decisões.

 

Que decisões ele tomou?

 

  1. Primeiramente ao comprar o campo de Macpela em que foi sepultada Sara sua esposa, ele se beneficiou, pois a morte também chegaria para ele. Ele não seria sepultado como indigente nem seria um peso para outros.

 

  1. Bem antes do falecimento de sua esposa, Abraão foi chamado por Deus para deixar sua terra de nascença e rumar para outra que Deus ainda iria lhe dizer qual seria. Esse chamado e a obediência de Abraão a Deus marca a conversão de Abraão ao Deus verdadeiro como somos informados depois por Josué. Vamos por os textos seguidos para deixar a situação melhor esclarecida. Veja:

 

Gênesis 12.1-6

Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção. E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra. Assim partiu Abrão como o Senhor lhe tinha dito, e foi Ló com ele; e era Abrão da idade de setenta e cinco anos quando saiu de Harã. E tomou Abrão a Sarai, sua mulher, e a Ló, filho de seu irmão, e todos os bens que haviam adquirido, e as almas que lhe acresceram em Harã; e saíram para irem à terra de Canaã; e chegaram à terra de Canaã. E passou Abrão por aquela terra até ao lugar de Siquém, até ao carvalho de Moré; e estavam então os cananeus na terra. E apareceu o Senhor a Abrão, e disse: À tua descendência darei esta terra. E edificou ali um altar ao Senhor, que lhe aparecera. E moveu-se dali para a montanha do lado oriental de Betel, e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente, e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao Senhor, e invocou o nome do Senhor.

 

Josué 24.1-3

Depois reuniu Josué todas as tribos de Israel em Siquém; e chamou os anciãos de Israel, e os seus cabeças, e os seus juízes, e os seus oficiais; e eles se apresentaram diante de Deus. Então Josué disse a todo o povo: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Além do rio habitaram antigamente vossos pais, Terá, pai de Abraão e pai de Naor; e serviram a outros deuses. Eu, porém, tomei a vosso pai Abraão dalém do rio e o fiz andar por toda a terra de Canaã; também multipliquei a sua descendência e dei-lhe a Isaque.

 

Então percebemos que Abraão estava ajustando seu presente em relação ao futuro.

 

A pergunta que primeiramente fizemos foi “Que decisões Abraão tomou’”? E já observamos que 1) Ele se preocupou em comprar um campo para sepultamento e 2) providenciou o casamento de seu filho Isaque. Mas Abraão não parou por aí.

 

Com a iminência da morte Abrão providenciou que seus filhos ficassem bem ajustados na vida depois de sua morte evitando desentendimentos entre eles. O que ele fez para cada um? Veja o relato bíblico no livro de Gênesis.

 

Gênesis 25.1-10

E Abraão tomou outra mulher; e o seu nome era Quetura; e deu-lhe à luz Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Jisbaque e Suá. e Jocsã gerou Seba e Dedã; e os filhos de Dedã foram Assurim, Letusim e Leumim. e os filhos de Midiã foram Efá, Efer, Enoque, Abida e Elda. Estes todos foram filhos de Quetura. Porém Abraão deu tudo o que tinha a Isaque; mas aos filhos das concubinas que Abraão tinha, deu Abraão presentes e, vivendo ele ainda, despediu-os do seu filho Isaque, enviando-os ao oriente, para a terra oriental. Estes, pois, são os dias dos anos da vida de Abraão, que viveu cento e setenta e cinco anos. E Abraão expirou, morrendo em boa velhice, velho e farto de dias; e foi congregado ao seu povo; e Isaque e Ismael, seus filhos, sepultaram-no na cova de Macpela, no campo de Efrom, filho de Zoar, heteu, que estava em frente de Manre, o campo que Abraão comprara aos filhos de Hete. Ali está sepultado Abraão e Sara, sua mulher.

 

Esse mesmo texto nos dá a compreensão de que as decisões tomadas por Abraão serviram de bênção para todos. Veja que o campo que ele comprou foi seu lugar de sepultamento. Os filhos não tiveram que se preocupar em relação a isso. A Isaque, a Ismael e aos demais filhos estava assegurada uma vida financeiramente tranqüila. Isaque casado tocaria a sua vida ao lado de uma nobre mulher. Ismael também.

 

CONCLUSÃO: Portanto, a vida de Abraão nos ensina que precisamos tomar decisões importantes em benefício de nós mesmos e de outros, sejam nossos parentes ou não antes de morrermos. Abraão tomou decisão para seu futuro eterno, para seu futuro ainda no mundo dos vivos e pode morrer em paz (farto de dias).

 

Por isso, façamos o mesmo. Pense em organizar bem sua vida terrena, mas não pense que isso é tudo. Você ainda tem que pensar em sua morada eterna. Para isso você deve abandonar sua velha vida para como Abraão seguir a vida e o rumo que Deus tem para você que certamente será o melhor.

 

Amigos, precisamos cuidar de bem de nossas famílias e até de nosso mundo, pois nele viverão nossos filhos. O egoísmo humano é um atestado de falta de inteligência. Invista em seus estudos, na preparação para um bom emprego, na aquisição de uma boa casa, na saúde física e mental, na compra de um carro e outros bens que poderão facilitar a sua vida e a dos seus, mas invista na sua relação com Deus, pois a Escritura diz: Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens (1Coríntios 15.19).

 

Se você já recebeu a Cristo como seu salvador entenda que você deve desenvolver a sua salvação, pois todos apareceremos diante de Deus para dar conta do que fizemos por meio do corpo com os dons que Ele nos deu. Note as seguintes passagens bíblicas

 

Cuidado com suas palavras

 

Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado (12:37);

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem (Efésios 4:29).

 

Deus cobrará o uso dos dons que Ele nos deu

 

Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus. Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão.Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo (1Coríntios 3.9-14)

 

Essas são apenas algumas recomendações, nas Escrituras constam outras deveras importantes que teremos de dar contas a Deus em nosso procedimento terreno.

 

 

O pastor Luiz Flor dos Santos é poeta amador e dá manutenção a dois blogs em que contam poesias de sua própria autoria e de outros poetas. Faça uma visita e seja abençoado. SEUS COMENTÁRIOS SÃO SEMPRE BEM-VEINDOS: www.poesiadegraca.blogspot.com e pulpito.blog.terra.com.br(Blog do pastorflor).

Published in: on fevereiro 19, 2009 at 1:07 am  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://luizflor.wordpress.com/2009/02/19/tome-decisoes-importantes-antes-de-morrer/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: